10 maneiras de fazer o seu computador iniciar mais rápido

Configure a sua BIOS
Por padrão, a BIOS do seu computador vem configurada para funcionar da forma mais cômoda possível. Basta colocar o DVD do Windows, por exemplo, e ligar o computador para que a instalação do sistema seja iniciada. Isso significa que toda vez que você liga o computador, a BIOS busca primeiro o boot via CD – em alguns casos, até o drive de disquete é examinado. Quando nada é encontrado, o HD é automaticamente iniciado. Mas como você não instala o Windows toda vez que liga o seu computador, que tal então desabilitar esta função?
Configurando a BIOS (Foto: Reprodução/Helito Bijora)Configurando a BIOS (Foto: Reprodução/Helito Bijora)
Para configurar a BIOS, tudo que você deve fazer é pressionar a tecla DEL ao ligar o computador e modificar a ordem do boot no menu. Em alguns modelos de BIOS, basta ativar a opção “Quick Boot” para que o HD seja priorizado na ordem da inicialização. Caso a sua BIOS não possua esse recurso, você deve definir a opção “First Boot Device” para “Hard Disk”. Feito isso, não se esqueça de salvar as alterações antes de sair.
(Cuidado! Se você esquecer de colocar a inicialização do seu HD no boot, você não conseguirá inicializar o Windows. Em alguns modelos, ao invés de “Hard Disk” será exibida a marca do HD – ex.: Seagate, Samsung,…)
Remova programas da inicialização
Certamente esta é a maneira mais eficaz de melhorar o tempo de inicialização do seu computador. A maioria dos programas, quando instalados, se configura automaticamente para iniciar junto ao sistema. Isso geralmente melhora o desempenho do programa, mas deixa o seu computador vários segundos mais demorado para inicializar.
Inicialização de programas (Foto: Reprodução/Helito Bijora)
Você não precisa que o Adobe Reader seja iniciado junto com o Windows, certo? Nem o MSN, não é? O sistema operacional da Microsoft conta com um assistente para gerenciar o que é iniciado quando o computador é ligado. Para acessá-lo, digite “msconfig” (sem aspas) no menu Iniciar (vá em “Executar”, se você usa o XP) e abra o primeiro resultado encontrado. Na guia “Inicialização de Programas”, deixe só o essencial ativado (antivírus, driver de vídeo, e o que mais achar necessário). Pode remover sem medo o Messenger, Adobe Reader, Office e outros “programas folgados”.
Desativando serviços (Foto: Reprodução/Helito Bijora)
Atrase a inicialização de serviços
Paralelamente aos programas, o Windows também carrega vários serviços na inicialização do sistema — você pode vê-los na guia “Serviços” do tópico anterior. Esses serviços são componentes do Windows e outros programas, e geralmente assumem uma importância maior dentro do sistema. Entretanto, dependendo do perfil de usuário e dos componentes do seu computador, nem todos são necessários.
Para abrir o gerenciador de serviços do Windows, digite “services.msc” (no menu “Executar” em Iniciar, se você usar o XP), e abra o primeiro resultado. Agora você poderá ver todos os serviços ativados, a descrição de cada um deles, e desativar o que for desnecessário.
Por exemplo: se seu computador possui um único usuário, você não precisa do serviço “Logon secundário”. Para desativá-lo, basta clicar duas vezes sobre ele e selecionar a opção “Desativado” em “Tipo de inicialização”. Além disso, é possível atrasar alguns serviços com um grau de importância menor, ou configurá-lo como “Manual” – neste caso, ele só será iniciado se for realmente necessário.
Modifique o menu de dual boot
Se em seu computador houver mais de uma edição do Windows instalada, em dual boot, um menu perguntando qual versão do sistema você deseja iniciar deverá aparecer logo após a tela da BIOS. Por padrão ela vem configurada para iniciar a última instalação do Windows, mas pode demorar até 30 segundos se você não pressionar Enter.
Modificando boot (Foto: Reprodução/Helito Bijora)
Novamente no menu Iniciar, digite “msconfig” e abra o primeira resultado. Na guia “Inicialização do Sistema” é possível alterar algumas configurações. Você pode definir o sistema operacional padrão que será iniciado em caso de indecisão, e diminuir o tempo de espera do menu. Para isso, selecione a versão do Windows desejada e clique em “Definir como padrão”, e modifique o tempo “Tempo limite” (o mínimo é 3 segundos).
Desative hardware não utilizado
Um computador é composto por diversas peças de hardware – placa de vídeo, rede, som, dentre muitas outras. Em alguns casos, algumas peças podem ser duplicadas – por exemplo, se a sua placa mãe já possuía um vídeo onboard (integrada) e você comprou uma placa de vídeo nova, mais potente. Se você não estiver utilizando as duas peças de hardware semelhantes, é possível desativar uma delas.
Desativando hardware (Foto: Reprodução/Helito Bijora)
Para isso, abra o “Painel de Controle” e busque por “gerenciador de dispositivos” (sem aspas). No “Gerenciador de Dispositivos”, expanda a categoria, clique com o botão direito do mouse sobre o hardware desejado e clique em “Desativar”. Em um notebook, por exemplo, se você só utiliza a internet wireless, pode desativar a placa de rede. Só não se esqueça de habilitá-la mais tarde caso precise utilizar a internet cabeada.
Microsoft Security Essentials (Foto: Reprodução/Helito Bijora)
Mantenha o seu antivírus sempre atualizado
O antivírus geralmente faz o efeito contrário das dicas acima – adiciona mais uma entrada a lista de programas e serviços que são iniciados com o sistema. Felizmente, os antivírus (e a capacidade de processamento dos computadores) evoluíram bastante nos últimos anos, ou seja, eles já não representam tanto peso assim. Além disso, o antivírus é uma importante ferramenta na luta contra malwares, que são responsáveis por travamentos e muita demora na inicialização do sistema (já que eles ocupam mais tempo e processamento do seu computador, quando instalados em seu computador). Portanto, esta é uma medida preventiva e à favor da segurança. Se você ainda não possui um, no TechTudo Downloads você pode encontrar os melhores antivírus do mercado.
Remova fontes desnecessárias
Além de programas e serviços, o Windows também carrega as fontes na inicialização do sistema. Se você tem o Microsoft Office instalado, é provável que seu computador tenha cerca de 200 fontes instaladas. Mas você usa todas elas? Se a resposta for não, vale a pena desativar algumas fontes.
Desativando fontes (Foto: Reprodução/Helito Bijora)
Para isso, acesse o diretório de fontes do Windows pesquisando por “Fontes” (sem aspas) no “Painel de Controle”. Por fim, selecione as fontes que você não usa e clique em “Ocultar”. As fontes continuarão instaladas, mas não serão carregadas junto com o Windows e nem estarão disponíveis para ser utilizadas no Office e outros programas. Se algum dia você precisar das fontes desabilitadas, basta voltar ao diretório de fontes e ativá-las.
Configurando um IP fixo (Foto: Reprodução/Helito Bijora)
Configure um IP estático
Por padrão, o Windows vem configurado para detectar automaticamente o endereço de IP da rede da sua casa. Mas ao inicializar o computador, é claro que o sistema vai acabar gastando mais alguns preciosos segundos para fazer isso. É possível, no entanto, configurar um IP estático (definitivo) e acabar com esse problema – além de facilitar o gerenciamento da sua rede, já que cada computador terá um endereço de IP fixo.
Para isso, no “Painel de Controle” doWindows 7, pesquise por “conexões de rede” (sem aspas) e clique em “Exibir conexão de redes”. Acesse as propriedades da sua conexão, selecione “Protocolo TCP/IP Versão 4 (TCP/IPv4)”, e clique no botão “Propriedades”. Por fim, defina um endereço de IP e clique em “OK”. Certifique-se de não usar o mesmo IP nas outras máquinas da sua rede (para variar o IP entre as máquinas, deixe uma delas com o IP 192.168.1.101, outra com 192.168.1.102, 103, 104,…)
Faça um upgrade de memória RAM
Memória RAM sempre foi sinônimo de velocidade, e isso não mudou. Uma das melhores formas de acelerar o seu computador é instalando mais memória. Mas não pense que quanto mais RAM, melhor. Você deve saber a sua necessidade e ater-se a ela. Em geral, 4 GB de RAM é o suficiente para a maioria das pessoas hoje em dia.
Se você só usa o computador para navegar na Internet e conversar no MSN, 4 GB dá e sobra. Por outro lado, se o seu computador roda aplicativos específicos (e pesados), talvez seja melhor investir em um pouco mais de memória RAM. Outro detalhe é que, dependendo da quantidade de memória, você precisará de um sistema de 64 bits, que também deve ser suportado por seu processador.
Instale um SSD
É a forma mais radical de melhorar o desempenho e a velocidade de inicialização do seu computador. O seu HD provavelmente é o maior causador de gargalos na inicialização do Windows. Se você quer melhorar a velocidade de inicialização do seu computador a qualquer custo, sua última opção é instalar uma unidade de estado sólido (SSD). O upgrade de HD não sairá nada em conta, mas a diferença no tempo de carregamento do sistema é espantosa.

Explore posts in the same categories: Uncategorized

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: